Icone Whatsapp
Lago Sul - Brasília/DF

Ozonioterapia no Brasil

Os benefícios da utilização do ozônio na odontologia vão desde o grande poder de assepsia até a influência que ele exerce sobre a resposta imune do paciente.

molecula-b

O que é Ozônio?

O ozônio é um composto químico de três átomos de oxigênio (O3), um composto altamente energético do oxigênio atmosférico normal (O2). Assim, as moléculas destes dois compostos são diferentes na estrutura:

Nas suas características normais, o Ozônio é um gás incolor com odor característico notável. Foi descoberto em 1840 pelo químico alemão Friedrich Christian Schönbein (1799-1868).

Por ser um agente de oxidação extremamente poderoso e um desinfetante altamente eficaz, é também usado em todo o mundo para esterilizar as instalações de tratamento de água que fornecem a água para consumo humano. Um exemplo é a Estação de Tratamento de Água de Los Angeles – Califórnia, que utiliza tecnologia de purificação de água com auxílio do Ozônio, desinfetando mais de 600 milhões de litros de água por dia.

aplicacao-b

O que é Ozonioterapia (ou Ozonoterapia)?


É a aplicação do ozônio na prática medicinal, em seus mais diversos estados, mas sempre através de uma mistura de ozônio com oxigênio puro.

Um gerador de ozônio é um aparelho que produz descargas elétricas entre 13.000 e 15.000 volts nas moléculas de oxigênio, possibilitando que os átomos se agreguem, formando o gás ozônio. Essa técnica é realizada por um ozonioterapeuta, profissional treinado, que determina a dosagem completa e indicações apropriadas para cada paciente especificamente.




dr-aurelio

Ozonioterapia na Odontologia


Por causa suas propriedades e efeitos, o ozônio é utilizado em baixa concentração na odontologia, girando a dosagem média em torno de 25 mcg/ml, o que equivale a uma proporção de 0,25 de ozônio para 99,75 partes de oxigênio. Estas concentrações são comprovadamente suficientes para matar bactérias, fungos, vírus, parasitas, etc.

Diluído em água ou em óleo, ou ainda na forma de gás, ele pode ser pulverizado ou injetado. Os principais objetivos de sua utilização são o de matar microorganismos, melhorar a cicatrização e aumentar o aporte de oxigênio na região afetada para assim maximizar a atuação do sistema imunológico.

O O3 pode ser usado na odontologia preventiva, nas cáries de fissura, nas cáries proximais em estágio inicial, nos tratamentos de canais, nos tratamentos de gengiva, em todos os atos cirúrgicos periodontais, extrações, implantes, etc.

O Dr. Aurélio Belas considera a Ozonioterapia uma das técnicas mais preciosas. Segundo o especialista, a modalidade de tratamento não apresenta efeitos colaterais, sua biocompatibilidade faz com que praticamente todas as pessoas possam usufruir dos seus benefícios e a eficiência da substância em tudo o que se propõe, tanto em ganhar tempo com tratamentos mais rápidos como a qualidade nos resultados. “Temos casos da redução do tempo de cicatrização em até 50% do tempo que leva um tratamento sem utilização de ozônio”.


9d4fc-cfo2

Regulamentação:

Resolução do Conselho Federal de Odontologia – CFO nº 166, de 24/11/2015

Publicada no Diário Oficial da união do dia 08/12/2015




maquina-ozonio

Ozônioterapia no Cir


O ozônio é utilizado, na odontologia, como uma solução antisséptica, graças à sua potente ação antimicrobiana e de alta biocompatilibilidade. A técnica revolucionária da ozonioterapia foi adotada pelo Cir para prevenir infecção e inflamação em pacientes que realizam procedimentos odontológicos. O Centro leva em consideração não apenas o poder antimicrobiano da substância, mas também a influência que esta exerce sobre a resposta imune do paciente, reduzindo assim o tempo de cicatrização de cirurgias.

Hoje o Cir produz mais de 45 litros de Água Ozonizada por hora, água esta que é utilizada para a realização de todos os procedimentos odontológicos no Centro. O Dr. Aurélio Belas explica como a ozonioterapia ganhou o coração de cirurgiões e pacientes da odontologia: “Escolhemos utilizar água ozonizada por causa da sua atividade antimicrobiana e biocompatibilidade marcantes, que tornam o tratamento odontológico mais biológico, menos doloroso e absolutamente mais confiável”.



ozonioterapia-mundo

Ozônioterapia no Brasil e no Mundo


A ozonioterapia é reconhecida pelo Sistema de Saúde da Alemanha, Suíça, Áustria, Itália, Cuba, Ucrânia, Rússia, Grécia, Israel, Egito e Austrália, além de ser praticada em outros 13 países. Para se ter uma ideia, Cuba dispõe de 39 centros clínicos de ozonioterapia, enquanto na Rússia a prática está disponível em todos os hospitais públicos mantidos pelo governo.

No Brasil a prática não é recente. Iniciou-se em 1975 e passou a ter mais adeptos durante a década de 1980, quando começou a atrair o interesse de algumas universidades. Embora os benefícios sejam incontestáveis, o tratamento com a ozonioterapia ainda está disponível em poucos hospitais e clínicas brasileiras, principalmente em alguns centros na Região Sudeste.

Fundada em 2006, a Associação Brasileira de Ozonioterapia* (Aboz) foi criada a partir da necessidade de legalizar a prática de forma consciente e ética. Outra meta da Associação é informar e a capacitar, tendo como base as experiências realizadas no Brasil e no exterior.



propriedades-efeitos

Propriedades e Efeitos

Na finalidade medicinal:

- Poderosas propriedades bactericidas;
- Fungicidas;
- Antivirais.
- Estimulante das funções circulatórias
- Ativação imunológica (inclusive em pacientes com baixa imunidade e imunodeficiências)
- Inflamações crônicas

Muito eficiente na desinfecção de feridas, o ozônio é também uma potente solução em doenças bacterianas e virais. Possui uma forte capacidade de estimular as funções circulatórias do corpo, o que o leva a ser também um importante agente nos tratamentos de circulação e revitalização de funções orgânicas em geral.

A administração do ozônio em baixas concentrações ajuda a ativar o sistema imunológico do organismo. Isso acontece porque após ativadas, as células imunas produzem as citocinas, mensageiros especiais que informam outras células imunes, o que provoca mudanças positivas no sistema imune, deixando-o mais resistente a muitas doenças.



O ozônio é indicado para:

Formas de Aplicação do Ozônio na Medicina

ATENÇÃO

Inalar ozônio é absolutamente proibido e altamente perigoso. Esta é praticamente a única via de aplicação do ozônio que não pode ser utilizada de maneira nenhuma.

A aplicação direta por via endovenosa da mistura gasosa oxigênio- ozônio também não é recomendada.

Em que doenças a Ozonioterapia é geralmente aplicada?

O que devo saber como paciente?

Onde posso obter informações?

Dependendo do país, seu médico pode saber sobre o ozônio medicinal e suas indicações. Entretanto, a informação básica em todas as áreas ligadas ao uso medicinal do ozônio no Brasil pode ser obtida por meio da ABOZ – Associação Brasileira de Ozonioterapia, com sede em São Paulo – Tel: (11)3079-4243.



Referências Bibliográficas: ABOZ – Associação Brasileira de Ozonioterapia

Pacientes que mudaram de vida depois do CiR

Como deseja chegar?

Clique no aplicativo que te
levará direto ao CiR:
usar google maps até o cir pegar um uber até o cir usar o waze até o cir
Qi 03, Bloco G - Lago Sul, Brasília-DF

Copyright 2020 © CiR Hospital Odontológico

Responsável Técnico:
Aurélio Belas Lustosa
DF-CD-2095

CiR - Hospital Odontológico
CRO-DF - CL348

Email: [email protected]
Segunda a sexta-feira
Horário comercial: 8h às 18h

(61) 3365-1000

Qi 03 Bloco G - Lago Sul,
Brasil - Brasília - Distrito Federal
CEP: 71605-460